Prefeitura de São Luís desiste da Feira do Livro; Governo do Estado é obrigado a assumir o evento

Ninguém tem mais dúvida que a Feira do Livro, evento que acontece todo ano no mês de novembro em São Luís, entrou e não tem mais como sair do calendário dos grandes eventos da  capital.

Maria Gabriela, de 5 anos, cliente da feira

A população cobra com veemência a realização do evento cultural que movimenta o comércio e os amantes da literatura que tem um público fiel de crianças e adultos. A Felis acontece no centro histórico de São Luís, no bairro da Praia Grande.

A Felis, realizada na Praia Grande este ano, faz homenagem a escritora negra maranhense Maria Firmina

A FeliS é o maior evento literário do Estado do Maranhão, concebido com o objetivo de fomentar a tradição literária e cultural da capital maranhense, propiciar o maior acesso ao livro, estimular a formação de novos leitores e incentivar as cadeias produtivas em torno do livro e da mediação da leitura.

Secretário de educação Felipe Camarão

O evento foi concebido pela Prefeitura de São Luís, mas esse ano o prefeito alegou que não teria condições de realizar a Felis. Se não fosse o Governador Flávio Dino(PCdoB)  que  assumiu os custos do evento não teria acontecido este ano. Apesar do nome da Prefeitura aparecer na realização do evento, quem assumiu todos os custos foi o governo.  A falta de sensibilidade de Edivaldo Holanda Júnior(PDT) é gritante. O prefeito nem sequer compareceu à abertura do evento.

 

 

Seja o primeiro a comentar em "Prefeitura de São Luís desiste da Feira do Livro; Governo do Estado é obrigado a assumir o evento"

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*